InícioNotíciasPolíticaDavi Alcolumbre foi 7 vezes mais rápido para pautar sabatina de Zanin

Davi Alcolumbre foi 7 vezes mais rápido para pautar sabatina de Zanin

O senador Davi Alcolumbre, presidente da principal comissão do Senado, foi sete vezes mais rápido para marcar a sabatina do nome de Lula para o STF do que o indicado por Jair Bolsonaro. O advogado Cristiano Zanin será recebido pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa no próximo dia 21, 20 dias depois que Lula fez a escolha.

Na indicação anterior ao STF, em 2021, o governo Bolsonaro teve de esperar 141 dias para que a sabatina de André Mendonça acontecesse. O impasse aconteceu entre 13 de julho e 1º de dezembro. Bolsonaro reclamou da demora publicamente: “O que ele [Davi Alcolumbre] está fazendo, não se faz”.

Na época, Alcolumbre também presidia a CCJ e evitou ao máximo pautar a sabatina. Chegou a ser alvo de uma ação de parlamentares no próprio Supremo para que a sessão fosse marcada. Quando era questionado pela lentidão, repetia: “Sem previsão”.

Desta vez, com Zanin, Alcolumbre retomou o ritmo normal de análise dessas indicações. Em 2019, quando a CCJ era comandada pela senadora Simone Tebet, atual ministra do Planejamento, Kassio Nunes Marques aguardou 19 dias para ser sabatinado.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

As ações dos pré-candidatos de Itamaraju, neste final de semana

A política municipal de Itamaraju, tem movimentado e buscado formatar um novo cenário, para...

Governo age como oposição para ficar bem na foto, diz deputado

Danilo Forte, relator da LDO, diz que o Palácio do Planalto afirma ser contra...

Netto Galdino lança clipe de sua nova música chamada “SEXFLIX” com a Miss Alcobaça BA

https://youtu.be/seZHROyJmH8 Sexflix é uma faixa vibrante que funde sensações diversas e ritmos afro-brasileiros com R&B,...

Pré-candidato pelo PL no Rio posta foto com fuzil e faz ameaça

Reprodução/Instagram 1 de 1 rodrigo neves policia civil ...

Mais para você