InícioEditorialDeterminação da Fifa muda situação de Alonso no Atlético? Diretor responde

Determinação da Fifa muda situação de Alonso no Atlético? Diretor responde

A guerra entre Rússia e Ucrânia segue tendo impacto nos clubes de futebol dos dois países. Nesta terça-feira, a Fifa determinou que jogadores e treinadores estrangeiros que trabalham nas duas nações terão direito a suspender os seus contratos até 30 de junho de 2023. O Atlético observa atentamente, já que o zagueiro Junior Alonso está emprestado ao clube alvinegro até o fim deste ano.
De acordo com a notificação da Fifa, o “conselho decidiu estender as regras de emprego temporário estabelecidas no Regulamento sobre o Status e Transferência de Jogadores (RSTP) com o objetivo de ajudar efetivamente jogadores, clubes e treinadores afetados pela guerra na Ucrânia”.
Ainda de acordo com o documento divulgado pela Fifa, os clubes dos dois países envolvidos na guerra têm até 30 de junho deste ano para chegar a um acordo com atletas e treinadores. Caso não aconteça, os contratos de trabalho serão suspensos.
Desta forma, os jogadores que estão emprestados por clubes russos e ucranianos a times de outros países poderão ficar mais um tempo nos clubes atuais (isso, claro, depende de negociação e aceitação de ambas as partes).
Mas essa nova regra pode ajudar o Atlético a ter Junior Alonso por mais um tempo? Ao Superesportes, o diretor de futebol Rodrigo Caetano disse que, se houver possibilidade, tentará a permanência do zagueiro. No entanto, ele afirmou que a situação de Alonso é diferente, já que o contrato do defensor com o clube russo não foi suspenso.
“Nós só conseguimos trazer o Alonso de volta porque negociamos com o Krasnodar. Se tiver alguma chance, claro que vamos tentar, mas não foi e não será por imposição de determinação da Fifa, pois senão teriam emprestado a outro clube do Mundo. Ele (Alonso) não está com contrato suspenso com eles (Krasnodar)”, disse o dirigente, completando.
“Neste momento, não muda nada na situação do Alonso”.
Em janeiro deste ano, o zagueiro paraguaio foi vendido ao Krasnodar, da Rússia, por cerca de R$ 47 milhões. Alonso, no entanto, não chegou a estrear oficialmente pelo novo clube. A guerra entre a Rússia e a Ucrânia ocasionou a paralisação dos campeonatos de futebol locais.
 
O Atlético aproveitou a ‘oportunidade de mercado’ e contratou Alonso por empréstimo até o fim deste ano. O clube alvinegro, no entanto, não confiava na permanência do zagueiro para 2023. 
 
No total, Junior Alonso soma 109 jogos com a camisa do Atlético. O zagueiro, que fez dois gols pelo clube, soma cinco títulos conquistados: três estaduais (2020, 2021 e 2022), Campeonato Brasileiro (2021) e Copa do Brasil (2021). 
Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Homem com fuzil é preso perto de convenção republicana

Segurança no local do evento foi reforçada após o ex-presidente dos EUA Donald Trump...

Anderson Torres aposta em reviravolta para não ser expulso da PF

Vinícius Schmidt/Metrópoles 1 de 1 PF Anderson Torres ex-secretário de Segurança Pública do DF,...

Chiquinho diz que é “vítima” e que relação com Marielle era “maravilhosa”

Na Câmara, deputado nega envolvimento com milícias; Domingos Brazão, irmão do congressista, também prestou...

Bambambã: juiz diz que empresário agiu de forma articulada e violenta

Dono do bar Bambambã – localizado na 408 Norte, em Brasília – Gabriel Ferreira...

Mais para você