InícioEditorialPolítica NacionalEm evento do PL, Bolsonaro critica reforma tributária, ataca Lula e ouve...

Em evento do PL, Bolsonaro critica reforma tributária, ataca Lula e ouve afago de Valdemar

Ex-presidente deve ficar no Palácio dos Bandeirantes e tem almoço previsto com empresários nesta quarta-feira, 26, em São Paulo

Reprodução/Jovem Pan News

Ex-presidente Jair Bolsonaro durante evento de filiação do PL na Câmara dos Vereadores de São Paulo

Durante um evento de filiação do Partido Liberal (PL) na Câmara dos Vereadores de São Paulo o ex-presidente Jair Bolsonaro fez um discurso no qual falou que, mesmo inelegível por oito anos, não desistiu de se candidatar ao cargo de presidente novamente. O presidente de honra do PL também aproveitou para criticar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a respeito das políticas em relação à Amazônia: “O Brasil é maravilhoso. Ninguém tem o que nós temos. A quem interessa, leva-se em conta países Europeus e mais do norte, interessa eu ou um entreguista na presidência da República? Um analfabeto, um jumento, por que  não dizer assim?”. Bolsonaro também disparou contra o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que defendeu a proposta de tarifar herdeiros para que, segundo o petista, eles não se tornem “parasitas”. O ex-presidente disse que Haddad é um exemplo de quem “nunca trabalhou na vida”. Bolsonaro ainda comentou a prisão de seu ex-ajudante de ordens, Mauro Cid, e de outras detenções ocorridas recentemente.

“A imprensa vira e mexe pergunta para mim: ‘Você tem medo de ser preso?’. Qualquer um pode ser preso hoje em dia por nada, por nada! Ainda temos 250 pessoas presas em Brasília. Falam em ditadura Vargas, falam em Ditadura Militar, pegue esses períodos todos. Quantos presos tivemos lá? Menos da metade tivemos presos, em um único dia, em Brasília”, declarou. Bolsonaro também criticou a aprovação da reforma tributária na Câmara dos Deputados e disse que muitos parlamentares aprovaram a proposta sem saber como vai ser no futuro e que o texto não apresenta números concretos: “Uma única certeza: Vocês vão pagar mais. Eu acho que seria diferente. A reforma tributária, eu vinha fazendo com o Paulo Guedes. Reduzimos em um terço o IPI de 4 mil produtos”.

O evento realizou a filiação do vereador de São Paulo, Fernando Holiday (PL) e de Lucas Pavanato, suplente na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, reafirmou que Bolsonaro é definitivo nas tomadas de decisão: “Eu quero dizer para todos vocês, para todos que estão me ouvindo e para toda a imprensa, que Bolsonaro é a última palavra dentro do partido”. O ex-presidente deve ficar no Palácio dos Bandeirantes e tem almoço previsto com empresários nesta quarta-feira, 26.

*Com informações do repórter David de Tarso

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mercado reage mal após Lula revisar meta de superavit

Economistas elevaram projeções do dólar e da Selic; moeda norte-americana chegou a R$ 5,28...

IBGE vende mapa com Brasil no centro do mundo. Saiba como comprá-lo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai começar a vender o mapa-múndi...

Mais para você