InícioNotíciasPolíticaFotógrafa morta: clínica é fechada e Conselho investiga biomédica

Fotógrafa morta: clínica é fechada e Conselho investiga biomédica

São Paulo — A clínica onde a fotógrafa Roberta Correa, de 44 anos, teve complicações após tomar anestesia não tinha autorização para realizar procedimentos estéticos, segundo a Prefeitura de Cosmópolis, no interior de São Paulo. Ela morreu na última sexta-feira (13/10).

Na quarta-feira (11/10), a Vigilância Sanitária Municipal fechou a clínica. Segundo o órgão, “constatou-se a ausência de autorização e liberação sanitária dos procedimentos estéticos que vinham sendo realizados no estabelecimento comercial”.

Roberta seria submetida a um procedimento com endolaser, técnica para remoção de gordura localizada, e passou mal logo após receber a anestesia, segundo a família. Ela foi socorrida na Santa Casa de Misericórdia na tarde de segunda-feira (9/10), onde ficou internada por cinco dias.

Profissionais investigadas O Conselho Regional de Biomedicina da 1ª Região informou que iniciará uma sindicância interna para apurar supostas infrações cometidas no procedimento estético realizado na fotógrafa.

Em nota, o órgão disse que a profissional Vanuza de Aguilar Takata, responsável pelo procedimento, “é biomédica regularmente inscrita nesta autarquia”. Segundo a biomédica, não foi ela quem aplicou a anestesia, e o procedimento nem sequer foi realizado.

Em relação à profissional que aplicou a anestesia, o conselho afirmou que não dispõe de qualquer informação por parte das autoridades e ainda não sabe se ela possui formação em biomedicina. “Em havendo a confirmação, será aberta a sindicância interna.”

Família questiona conduta Paola Eliza Lück de Paula, prima de Roberta, afirmou que a clínica continuou com o procedimento mesmo após a fotógrafa alegar mal-estar.

fotografa-procedimento-estetico-cosmopolis

Prefeitura de Cosmópolis publicou nota de pesar pela morte da fotógrafa Reprodução/Redes Sociais

fotografa-procedimento-estetico-cosmopolis (1)

Morte da fotógrafa Roberta Correa comoveu Cosmópolis (SP) Reprodução/Redes Sociais

fotografa-procedimento-estetico-cosmopolis (2)

Fotógrafa era casada e deixa dois filhos Reprodução/Redes Sociais

fotografa-procedimento-estetico-cosmopolis (3)

Segundo familaires, Roberta Correa morreu após procedimento estético Reprodução/Redes Sociais

fotografa-procedimento-estetico-cosmopolis (4)

Fotógrafa Roberta Correa, 44 anos, era moradora de Cosmópolis Reprodução/Redes Sociais

“Ela começou a sentir calafrio e, pelo que a gente sabe, a esteticista falou que era normal”, disse a prima de Roberta. “Começou o procedimento e, logo depois, acredito que sentindo dores ou convulsionando, ela pediu para parar.”

O caso é investigado pela Delegacia de Cosmópolis como suspeita de homicídio culposo.

Enterro da fotógrafa Paola Eliza afirmou, ainda, que a família aguarda o resultado do laudo para tentar entender se houve negligência.

“Não tem nem como explicar como a gente está se sentindo. É muito triste saber que uma vida se foi por uma situação tão banal, tão boba. É isso o que a gente quer entender. Foi negligência? Foi imprudência? Foi falta de socorro no momento certo? A gente está esperando o laudo”, diz a mulher.

O corpo de Roberta Correa está sendo velado nesta segunda-feira (16/10) em Cosmópolis. O sepultamento está previsto para as 14h.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

EUA dizem que manterão apoio a Israel após ataque a refugiados

Casa Branca afirma que o país vai aguardar investigação israelense sobre bombardeio que matou...

Saidinhas: 3 candidatos à sucessão de Lira votaram contra veto de Lula

Apesar do forte apelo do governo, apenas dois dos seis principais pré-candidatos à sucessão...

Funcionário flagrado com diretor em camarim do SBT é comprometido

O alvoroço causado nos corredores do SBT por conta de uma aventura sexual entre...

Saiba quem era Arthur Virgílio Bisneto, ex-deputado federal morto aos 44 anos

O ex-deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PL) morreu nesta terça-feira (28), aos 44 anos, em Manaus. Filho...

Mais para você