InícioEntretenimentoCelebridadeGlobo vai reprisar novela marcada pelo assassinato de Daniela Perez

Globo vai reprisar novela marcada pelo assassinato de Daniela Perez

Parece que a Globo vai reprisar De Corpo e Alma, novela que ficou marcada pelo assassinato de Daniela Perez. A atriz teve a vida brutalmente tirada por Guilherme de Pádua, que também fazia parte do elenco da trama escrita por Glória Perez, mãe da vítima. As informações são da jornalista Heloisa Tolipan.

A jornalista explicou que os capítulos do folhetim, exibido em 1992, não serão cortados, embora o lançamento da obra no streaming ainda não tenha data de previsão. A emissora ainda destacou que o crime, cometido por Guilherme de Pádua, não foi empecilho para que a produção fosse reexibida.

Questionada se havia proibido ou vetado a veiculação da novela, Glória negou. Rumores que circulam contam que a escritora tinha feito essa solicitação à Globo. “Nunca houve essa conversa [com o canal]”, alegou. Neste mês, De Corpo e Alma completa 31 anos.

E, embora tenha sido atravessada pelo incidente, a história trazia a famosa mistura samba, subúrbio, amores impossíveis e fortes temas centrais, como a doação de órgãos e a troca de bebês na maternidade, tudo que o telespectador gosta.

Daniela Perez foi morta no dia 28 de dezembro de 1992, depois de cair numa emboscada armada pelo também ator Guilherme de Pádua, junto com sua esposa na época, Paula Thomaz. O caso mobilizou todo o Brasil na ocasião e, mesmo com o passar do tempo, ainda repercute.

Daniela Perez

A atriz completaria 50 anos em 2020 Reprodução

frame-autora-gloria-perez-fala-de-serie-sobre-morte-da-filha-daniela-072022

Gloria Perez é autora de Travessia Foto: HBO Max/Reprodução

Glória Perez e a filha Daniela

A autora e a filha, assassinada em 1992 Instagram/Reprodução

De Corpo e Alma foi exibida na Bolívia, Chile, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, Líbano, Macau, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Anteriormente, nos anos 2000, a TV solicitou ao Ministério da Justiça (MJ) a liberação da obra, para reprisá-la no Vale à Pena Ver de Novo. Porém, o MJ deferiu o pedido, mas exigiu que fossem feitos cortes, por ser um enredo pesado para passar à tarde. A Globo acabou mudando de ideia e optou por transmitir A Próxima Vítima, de Sílvio de Abreu.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Reformulação no TSE pode impactar julgamentos de peso

O fim do mandato do ministro Alexandre de Moraes no Tribunal Superior Eleitoral (TSE),...

O que a Bicicleta Ergométrica Trabalha no Corpo: Saiba Mais!

Descubra como a bicicleta ergométrica trabalha músculos do seu corpo, promove saúde e bem-estar...

Lula diz querer um “telefone para reclamarem do governo”

Presidente afirmou que a população não tem para quem se queixar de problemas da...

Governo petista no Ceará omite informações sobre ação de Abin de Bolsonaro contra Camilo

Foto: Luiz Fortes/Arquivo/MEC O ministro Camilo Santana 22 de abril de 2024 | 12:17 ...

Mais para você