InícioEditorialPolítica NacionalGoverno de SP firma acordo com ONG para desenvolver políticas públicas em...

Governo de SP firma acordo com ONG para desenvolver políticas públicas em favelas

Nesta quarta-feira, 5, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) assinou um acordo de cooperação com a Gerando Falcões para criação do projeto ‘Favela 3D’

Reprodução/Jovem Pan News

Governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) assinou o acordo de cooperação com a ONG Gerando Falcões durante o evento Favela Power

Nesta quarta-feira, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) assinou um acordo de cooperação com a ONG Gerando Falcões para elaborar políticas públicas voltadas às favelas de São Paulo. O Favela Power, maior encontro de comunidades do Brasil, foi organizado pela instituição e reuniu cerca de mil lideranças sociais de todo o país. Presente no evento, o governador selou o termo de cooperação que cria o projeto “Favela 3D”. Edu Lyra, que fundador da ONG, explicou os três passos para implementação do acordo: “Primeiro, um profundo diagnóstico social no território para entender a vulnerabilidade e a potência dessa favela. Segundo, a gente convoca toda a favela para aquilo que a gente chama de ‘imaginação cívica’. O que isso significa? Que a favela começa a desenhar seu próprio futuro. É um projeto de dentro para fora, de baixo para cima. Terceiro, é a etapa de execução. No geral é um cronograma de dois anos de operação. Nesse ciclo de um ano a dois anos, a gente retira as famílias da extrema pobreza e leva para a dignidade humana”.

De acordo com Lyra, a assinatura do termo de cooperação é um primeiro passo para a emancipar a população que vive nas favelas paulistanas: “A partir de agora oficialmente a gente senta com as secretarias, o terceiro setor, a Gerando Falcões, e o governo do Estado de São Paulo para elaboração de toda a estratégia de intervenção social nas favelas de São Paulo para construir a emancipação social dos moradores”. O governador Tarcísio de Freitas destacou a importância da ação: “No final das contas, são iniciativas para trazer moradia digna, saneamento básico e formação profissional (…) Quando a gente viu o que o Gerando Falcões está fazendo, quando a gente viu o Favela 3D, a gente viu que esse modelo funciona, esse modelo é legal. Se o Estado abraçar esse modelo e replicar o que está sendo feito a gente vai ter um resultado muito bom. Porque a tecnologia social eles desenvolveram. Eles têm o estado da arte, agora vamos pegar esse estado da arte e vamos replicar. O governo vai ser um instrumento para isso”. O projeto também conta com a parceria e patrocínio de grandes empresas da inciativa privada.

*Com informações da repórter Letícia Miyamoto

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Homem com fuzil é preso perto de convenção republicana

Segurança no local do evento foi reforçada após o ex-presidente dos EUA Donald Trump...

Anderson Torres aposta em reviravolta para não ser expulso da PF

Vinícius Schmidt/Metrópoles 1 de 1 PF Anderson Torres ex-secretário de Segurança Pública do DF,...

Chiquinho diz que é “vítima” e que relação com Marielle era “maravilhosa”

Na Câmara, deputado nega envolvimento com milícias; Domingos Brazão, irmão do congressista, também prestou...

Bambambã: juiz diz que empresário agiu de forma articulada e violenta

Dono do bar Bambambã – localizado na 408 Norte, em Brasília – Gabriel Ferreira...

Mais para você