InícioNotíciasPolíticaHaddad está confiante para aprovação da nova regra fiscal no Congresso

Haddad está confiante para aprovação da nova regra fiscal no Congresso

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, declarou, nesta terça-feira (20/6), que não há preocupações para a pasta sobre votação da nova regra fiscal no Senado Federal. O petista afirmou, ainda, que a reforma tributária deve ser negociada com “humildade” com os parlamentares.

“Não preocupa [o prazo]. Vamos lembrar que esse arcabouço era para ter ido para o Congresso em agosto. Nós mandamos em abril, ele já está praticamente aprovado. Se houver alguma alteração no Senado, a Câmara tem o compromisso de tratar disso na primeira hora, primeira semana de julho, o que é prazo mais do que suficiente para a gente fazer a peça orçamentária com base na nova regra fiscal”, ressaltou o ministro da Fazenda.

A nova regra fiscal foi aprovada pela Câmara dos Deputados no final de maio e está à disposição agora para análise no Senado Federal. O texto tem como objetivo limitar os gastos do governo pela inflação. O intuito do Executivo é aumentar a capacidade de investimento sem aumentar a dívida pública.

O ministro da Fazenda enfatizou que tem buscado um amplo apoio no Senado para garantir uma aprovação parecida com o cenário encontrado na Câmara, com 372 votos a favor e 108 contra.

“Então o trabalho nosso vai ser um angariar o maior apoio possível… Quem sabe repetir o placar da regra fiscal, chegar a 350, 360?”, disse Haddad.

Reforma Em relação à reforma tributária, o ministro da Fazenda ressaltou a necessidade de ter paciência, uma vez que o texto terá uma ampla discussão no Congresso Nacional. Além disso, o petista afirmou que caso aprovada, as alterações deverão ser implementadas de forma gradual.

“Uma reforma tão grande não pode ser feita também sem alguma mudança. Vai haver mudanças. Mas, de novo, tem que ver que setor realmente é afetado e o prazo que está sendo dado para que isso vá se alterando aos poucos. Não vai afetar a atividade econômica de ninguém no dia seguinte. São anos de transição, mas na direção correta”, reiterou.

“A reforma tributária, aí sim, temos que ter humildade, porque o tema é complexo. Mas temos confiança. Sei que o tema é delicado”, completou o ministro.

Lula e Haddad O ministro da Fazenda embarca, na quarta (21/6), para a França para encontrar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A comitiva presidencial deverá participar da Paris Summit, promovida pelo presidentes francês Emmanuel Macron.

Em 8ª viagem internacional, Haddad vai à França acompanhando Lula

Lula e Fernando Haddad

Lula e Fernando Haddad Vinícius Schmidt/Metrópoles

foto-ministro-da-fazenda-fernando-haddad-reuniao-lula-e-lideranças-politicas-palacio-planalto-brasilia-2023

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em reunião com Lula e lideranças políticas no Planalto Ricardo Stuckert/PR

lula e macron

Lula e Macron Ricardo Stuckert/PR

Lula-e-Papa

Lula cita Papa Francisco ao falar da fome no país Ricardo Stuckert

Por outro lado, Lula embarcou na noite desta segunda (19/6) para participar de encontros em Roma, França e Itália. Entre as reuniões do presidente está uma conversa marcada entre o líder brasileiro e o papa Francisco.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Zona Franca de Manaus mantém benefícios fiscais com reforma tributária

Proposta de regulamentação da reforma tributária dá incentivos para a produção industrial e para...

Governo consegue adiar sessão sobre derrubada de vetos de Lula, evita derrotas e contraria Lira

Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira...

Contratadas! Fernanda e Pitel ganham programa no Multishow

Instagram/Reprodução 1 de 1 Fernanda e Pitel posam juntas durante festa no BBB24 -...

DF: Receita desarticula esquema de sonegação com rombo de R$ 98 mi

Divulgação / Secretaria de Economia 1 de 1 Viaturas da Receita do DF -...

Mais para você