InícioNotíciasPolíticaOposição considera depoimento de GDias como peça-chave na CPI do 8/1

Oposição considera depoimento de GDias como peça-chave na CPI do 8/1

Gonçalves Dias, ex-ministro chefe da Casa Civil do governo Lula, vai prestar depoimento na CPMI do 8 de janeiro na próxima quinta-feira (31/8), a partir das 9h. GDias, como o militar é conhecido, deverá se limitar a responder perguntas referentes apenas aos atos golpistas de 8/1. De acordo com o advogado que lidera a defesa, André Callegari “ele responderá e esclarecerá os fatos relativos ao dia 08/01, desde que dentro dos limites do seu conhecimento, e que não fiquem fora do objeto da CPMI.”

O general da reserva foi indicado pelo atual governo, e estava à frente do cargo, no dia dos ataques aos prédios da Esplanada dos Ministérios. GDias deixou o posto em 19 de abril, depois que imagens das câmeras de segurança do Palácio do Planalto que mostram o general no prédio, foram divulgadas pela CNN Brasil.

O depoimento de GDias é muito aguardado pelos parlamentares de oposição que o enxergam como peça-chave para esclarecer as providências adotadas e de que forma o governo federal conduziu as investigações. A convocação do militar foi objeto de aproximadamente 100 requerimentos. No início dos trabalhos, a CPMI chegou a rejeitar o depoimento do ex-ministro, mas em junho, um acordo viabilizou a aprovação dos pedidos.

GDias já havia prestado depoimento à CPI da Câmara Legislativa do DF, que também investiga os ataques antidemocráticos, ele negou ter sido conivente com os golpistas que invadiram o Palácio do Planalto. O general também negou ter adulterado relatórios da Abin que foram enviados ao Congresso Nacional, ao Ministério Público Federal e ao Ministério Público Militar. A oitiva ocorreu em 22 de junho.

Os relatórios que ele faz referência, foram divulgados em matéria da Folha de S. Paulo, que apontam que partiu do general a ordem para a direção da Abin adulterar os alertas que GDias havia recebido sobre ameaças de ataques em 8 de janeiro. O GSI havia encaminhado dois relatórios de inteligência diferentes ao Congresso Nacional, de modo que teriam sido suprimidos 11 alertas de mensagens enviadas a GDias a respeito das ameaças existentes, de acordo com o noticiário.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Brasileiros preferem Michelle a Janja, diz Paraná Pesquisas

Dos entrevistados, 43% dizem gostar mais da ex-primeira-dama do que da atual; 16% não...

Exclusivo: prima de cantora famosa estará em game show da Record

As gravações do novo game show da Record, o Acerte ou Caia, que será...

Entidade israelista no Brasil critica Lula: “Michel ficou para trás”

Instituições e movimentos israelitas no Brasil divulgaram notas em que lamentam a morte do...

Mais para você