InícioEditorialPolítica NacionalPaulo Azi diz que novo aumento de imposto vai prejudicar mais pobres...

Paulo Azi diz que novo aumento de imposto vai prejudicar mais pobres na Bahia: ‘o povo é que vai pagar conta’

Foto: Divulgação

Segundo o deputado Paulo Azi, elevação do tributo afetará todos os setores 01 de novembro de 2023 | 11:57

O deputado federal Paulo Azi (União Brasil) disse, nesta quarta-feira (1º), que o novo aumento do ICMS proposto pelo governo do estado vai prejudicar os mais pobres na Bahia. Segundo o parlamentar, a elevação do tributo vai afetar praticamente todos os setores e pode provocar aumento no valor dos produtos, como alimentação e combustíveis.

“No discurso, eles dizem que cuidam de gente, mas na prática eles mostram que não estão nem aí para o povo, para os mais pobres. Esse aumento do ICMS é uma prova disso. Quem vai pagar a conta é o povo, é o trabalhador que batalha todo dia para levar comida para casa. Num estado em que a maioria da população vive na extrema pobreza, a preocupação do governo é aumentar imposto. Isso é inadmissível”, afirmou Azi.

A proposta do governador Jerônimo Rodrigues (PT) é elevar a alíquota do ICMS de 19% para 20,5%. Caso o projeto seja aprovado pela Assembleia Legislativa (AL-BA), o tributo baiano será o segundo maior do Nordeste.

Paulo Azi lembra ainda que esse é o segundo aumento do ICMS do governo de Jerônimo, que não completou nem um ano de gestão, e ressaltou que a medida pode aumentar ainda mais o desemprego no estado. “Não podemos esquecer que a Bahia, sob os governos petistas, é primeiro lugar em desemprego. Aumentar imposto é prejudicar a geração de emprego”, disse.

Comentários

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mobilização indígena em Brasília vai pressionar contra o marco temporal

Acampamento Terra Livre deve durar 5 dias e organização espera reunir mais de 6...

Monitor da USP diz que ato de Bolsonaro em Copacabana reuniu 32,7 mil pessoas

Foto: Saulo Angelo/Thenews2/Folhapress Ato de Bolsonaro no Rio de Janeiro 21 de abril de...

Destruição da Amazônia reduz etnia Akuntsu a apenas 3 mulheres

A pressão ao longo de décadas de colonizadores e desmatadores reduziu uma das pouco...

Fiscalização da Lei Seca flagra ‘fadas’ cobrando para ajudar motoristas na blitz

A fiscalização da Lei Seca no Rio de Janeiro flagrou motoristas que cobram dinheiro...

Mais para você