InícioEditorialPolítica Nacional‘Precisamos encontrar uma forma de fazer prevalecer vontade do Congresso’, diz Pacheco...

‘Precisamos encontrar uma forma de fazer prevalecer vontade do Congresso’, diz Pacheco sobre reoneração

Presidente do Senado vai conversar com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, durante esta semana

Foto/reprodução: Youtube TV Senado

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em coletiva de imprensa após reunião com líderes partidários

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta terça-feira, 9, que irá dialogar com o Governo Federal sobre a reoneração da folha de pagamentos, com o objetivo de encontrar uma alternativa para fazer prevalecer a vontade do Congresso Nacional. A declaração foi feita durante coletiva de imprensa no Senado Federal, logo após reunião com líderes partidários. “Nesse caso específico da desoneração da folha de pagamentos houve uma afirmação muito contundente do Congresso Nacional em relação ao seu mérito e agora nós precisamos encontrar uma forma de fazer prevalecer o que foi a vontade do Congresso Nacional”, disse Pacheco.

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O PL aprovado pelo Legislativo em 2023 estabelece a prorrogação da desoneração da folha salarial para 17 setores da economia para até o final de 2027. O Executivo editou por medida provisória (MP) para reonerar gradualmente os setores, com o objetivo de alcançar a meta do déficit fiscal zero em 2024, que está prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deste ano. A mudança não agradou muitos parlamentares, que pediram a Pacheco que devolva integralmente a MP ao governo. O presidente do Senado afirmou que não tomará nenhuma decisão sem antes conversar com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, a reunião está prevista para acontecer nesta semana e vai abordar também as limitações sobre as compensações tributárias feitas pelas empresas, e as mudanças no Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). “Não tomarei uma decisão de devolução integral ou parcial sem conversar com o ministro Fernando Haddad. Todos nós queremos dar a sustentação fiscal para aquilo que nós abraçamos, que foi a busca do déficit zero, uma arrecadação que seja compatível com os gastos que nós temos para poder ter o déficit zero”, afirmou.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lula diz que lançará consignado para todos os trabalhadores

Em entrevista à “RedeTV!”, o presidente afirmou que mais de 40 milhões de pessoas...

Distrito Federal ultrapassa 100 mil casos de dengue em 2024

O Distrito Federal atingiu a marca de mais de 100 mil casos de dengue...

PEC que amplia isenção tributária para templos religiosos avança em comissão da Câmara

A comissão especial da Câmara dos Deputados encarregada de avaliar a Proposta de Emenda...

8 de Janeiro me preocupa mais que golpe militar de 1964, diz Lula

A 1 mês dos 60 anos da tomada de poder pelos militares, presidente declarou...

Mais para você