InícioEntretenimentoCelebridadeProdução de carne bovina bate recorde no Brasil em 2023, diz USP

Produção de carne bovina bate recorde no Brasil em 2023, diz USP

Dados preliminares divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o Brasil produziu 8,91 milhões de toneladas de carne bovina em 2023. E esse volume é recorde, segundo análise do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), em Piracicaba.

O estudo do Cepea afirma que as quase 9 toneladas produzidas no ano passado, representam 11,2% a mais do que em 2022 e 8,6% acima do recorde anterior, obtido em 2019. Os pesquisadores destacam que, em termos absolutos, o volume de carne aumentou em 900 mil toneladas frente a 2022, ao passo que a exportação foi ampliada em 22,8 mil toneladas, para 2,29 milhões de toneladas, absorvendo 25,7% da produção nacional.

“O ‘excedente’ ficou no mercado interno, exigindo redução dos preços para que fosse atingido o ponto de equilíbrio com a demanda”, diz o estudo. “Ao longo de 2023, o Indicador do Boi Gordo CEPEA/B3 recuou 12% e a carcaça casada de boi no atacado da Grande São Paulo caiu 9%.” 

Queda da produtividade O volume de carne foi histórico, mas a produtividade média do rebanho nacional (boi, vaca, novilho e novilha), na marca de 262,97 quilo/animal, ou de 17,5 arrobas, ficou ligeiramente abaixo da obtida nos últimos dois anos. Na avaliação de pesquisadores do Cepea, os motivos da queda foram conjunturais. Refletem a combinação de estiagem em muitas regiões produtoras, com desaceleração dos confinamentos diante dos preços altos dos grãos.

Segundo os dados do IBGE, a produtividade de 2023 foi 1,7% menor que a de 2022 e 2,7% inferior ao recorde de 2021. Pesquisadores do Cepea lembram que no ano dessa máxima (2021) a oferta de animais diminuiu em razão dos abates de fêmeas em 2018 e 2019, ao mesmo tempo que a China vinha intensificando suas compras e puxando os preços para cima. Isso motivou os pecuaristas a investir – principalmente em genética e nutrição. Houve também aumento do volume confinado. 

Quarto trimestre Analisando-se apenas os dados do quarto trimestre de 2023 (de outubro a dezembro), foram produzidas 2,407 milhões de toneladas de carne bovina, o melhor trimestre do ano, superando em 1,1% o anterior e em 1,8% o de um ano atrás. Em termos de produtividade, o quarto trimestre teve média 266,04 quilo/animal, a oitava maior marca para um trimestre.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você