InícioNotíciasPolíticaSeis suspeitos são presos após assassinato de Villavicencio no Equador

Seis suspeitos são presos após assassinato de Villavicencio no Equador

Franklin Jacome/Agencia Press South/Getty Images

A Procuradoria Geral do Equador anunciou a prisão de seis pessoas suspeitas de envolvimento na morte do candidato à presidência, Fernando Villavicencio, assassinado a tiros em Quito. Os suspeitos foram presos nos distritos Conocoto e San Bartolo, em Quito, no Equador.

Também foram apreendidas uma mala, armas e granadas em um carro abandonado. Um dos suspeitos pelos disparos morreu depois de uma troca de tiros com a polícia, de acordo com o Ministério Público do Equador, ainda na noite da quarta-feira (9/8).

foto-atentado-equador-villavicencio-armas

Armas apreendidas no assassinato de Villavicencio Divulgação/Procuradoria Geral do Equador

foto-atentado-equador-villavicencio-armas

Armas apreendidas no assassinato de Villavicencio Divulgação/Procuradoria Geral do Equador

foto-atentado-equador-villavicencio-armas

Armas apreendidas no assassinato de Villavicencio Divulgação/Procuradoria Geral do Equador

Fernando Villavicencio

Fernando Villavicencio Reprodução/Twitter

Candidato à Presidência do Equador Fernando Villavicencio em campanha

Candidato à Presidência do Equador Fernando Villavicencio em campanha Reprodução/Twitter

Presidential Candidate Fernando Villavicencio Shot After Election Campaign Rally

Apoiadores do candidato Fernando Villavicencio, assassinado em campanha, fazem protesto Franklin Jacome/Agencia Press South/Getty Images

Presidential Candidate Fernando Villavicencio Shot After Election Campaign Rally

Local onde o candidato Fernando Villavicencio foi vítima de atentado Franklin Jacome/Agencia Press South/Getty Images

Hospital onde o candidato à Presidência do Equador Fernando Villavicencio chegou a ser atendido após atentado

Hospital onde o candidato à Presidência do Equador Fernando Villavicencio chegou a ser atendido após atentado Franklin Jacome/Agencia Press South/Getty Images

Fernando Villavicencio em campanha

Fernando Villavicencio Reprodução

Villavivencio fazia um comício político no Colégio Anderson na capital equatoriana, quando foi atingido por três disparos. O médico Carlos Figueroa, amigo de Villavicencio, estava no momento do atentado e disse à imprensa que ouviu pelo menos 30 tiros.

Cerca de 9 pessoas ficaram feridas, inclusive uma candidata a deputada e dois policiais, de acordo com o Ministério Público. Dos feridos, sete estão internados no mesmo hospital onde Fernando Villavicencio foi inicialmente socorrido. O governo equatoriano anunciou estado de exceção e manteve as eleições.

Quais assuntos você deseja receber?

Notícias GeraisBrasilDistrito FederalSão PauloEsportesVida & EstiloSaúdeGastronomiaCelebridadesEntretenimentoPets

metropoles.com

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Padilha e Rui Costa se reúnem com vice-líderes para tratar de vetos

Encontro será realizado na casa de um dos vice-líderes, deputado Emanuel Pinheiro; momento é...

Padilha diz que governo quer liberar parte dos R$ 5,6 bilhões em emendas vetados por Lula

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha...

Boletim semanal de arboviroses – 14 a 20/04

Entre os dias 14 e 20 de abril, a Secretaria de Saúde da Prefeitura...

Após vídeos com manobras ilegais, influencer tem moto apreendida no DF

Após divulgar vídeos fazendo manobras perigosas, ilegais e zombando de policias, sobre uma moto...

Mais para você