InícioEditorialPolítica NacionalSubstituto de Deltan na Câmara diz querer ‘construir pontes para o futuro’...

Substituto de Deltan na Câmara diz querer ‘construir pontes para o futuro’ em discurso de posse

Deputado federal Luiz Carlos Hauly criticou a polarização política, defendeu a reforma tributária e a reforma eleitoral e afirmou que Podemos votará com governo em ‘coisas boas’

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Luiz Carlos Hauly durante audiência na Câmara dos Deputados

O político paranaense Luis Carlos Hauly (Podemos-PR) tomou posse nesta terça-feira, 13, ao cargo de deputado federal após substituir o ex-procurador Deltan Dallagnol (Podemos-PR), que teve mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em sessão no plenário da Câmara, Hauly fez o juramento ao cargo e discursou aos presentes, lembrando ser seu oitavo mandato na Casa. “É uma honra muito grande voltar a essa Casa depois de quatro anos. Quis o destino que eu pudesse estar aqui nesse momento, um momento que o Brasil nas últimas eleições acabou se dividindo. Quero dizer ao povo do Paraná e do Brasil que não vim para dividir, vim para somar, para construir pontes para o futuro”, iniciou o paranaense, que criticou a polarização política.

“As nossas brigas ideológicas não levam a lugar nenhum. Estou aqui para colaborar com aqueles que já estão trabalhando aqui, e assumiram o mandato em 1º de janeiro. Quero ser um soldado das causas desse país”, continuou o deputado. Luis Carlos Hauly também defendeu a aprovação da reforma tributária como “a mais importante” para “nortear o futuro do país” e  a reforma eleitoral como um destino. “O Brasil tem o pior presidencialismo do mundo”, assegurou. Sem mencionar o nome de Deltan no pronunciamento, Hauly exaltou defender “a pátria, os bons costumes e a vida” e reforçou que o Podemos é uma legenda independente, mas que vai “votar com as causas boas”.

Entenda a substituição de Deltan Luis Carlos Hauly tomou posse como deputado federal três dias após o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), por 6 votos a 3, aprovar o entendimento do ministro Dias Toffoli, que divergiu do entendimento do Tribunal Regional do Paraná (TRE-PR) de que a vaga deveria ser assumida pelo pastor Itamar Paim (PL) — sexto mais votado no Estado e que se beneficiou do quociente eleitoral. Com a decisão, a Corte atendeu a um recurso do Podemos para que os votos de Deltan fossem repassados à legenda e, assim, o economista Luiz Carlos Hauly (que recebeu menos de 12 mil votos nas eleições) assumiu o cargo de deputado federal.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Fiscalização da Lei Seca flagra ‘fadas’ cobrando para ajudar motoristas na blitz

A fiscalização da Lei Seca no Rio de Janeiro flagrou motoristas que cobram dinheiro...

Lula diz se inspirar em joão-de-barro para o Minha Casa, Minha Vida

“A gente quer que toda família tenha um ninhozinho”, afirma o presidente; petista fala...

Aliados de Lula minimizam ato de Bolsonaro no Rio; STF, militares e Pacheco silenciam

Foto: Zeca Ribeiro/Arquivo/Agência Câmara Gleisi Hoffmann, presidente do PT 21 de abril de 2024...

Profissionais da saúde cobram de Lula vacina atualizada contra a Covid

Um grupo de profissionais da saúde, pesquisadores e pessoas com quadros de Covid longa...

Mais para você