Divulgada a lista de vítimas no acidente no carnaval de Alcobaça

O Delegado plantonista da Polícia Civil de Alcobaça, Dr. Gean Carlos Nascimento, divulgou no final da manhã deste domingo (19) a relação oficial de vítimas do acidente com o desabamento do teto que cobria o camarote do Macaco Prego, na festa de carnaval de Alcobaça.

Entre as vítimas, uma morte e duas possíveis amputações. DEIVID NERES DOS SANTOS (15 anos) morreu após ser atingido pela estrutura do teto, que veio ao chão. NAIARA RÚBIA e FÁBIO DOS SANTOS apresentaram fraturas múltiplas nos membros. Ela pode perder um dos braços. Ele uma das pernas.

Uma terceira vítima sofre com traumatismo craniano.

RELAÇÃO DE VÍTIMAS:
01.    Um jovem de pré-nome Aleomar
02.    Ana Carolina da Rocha Prado – Prima de um socorrista do SAMU
03.    NAIARA RÚBIA
04.    Edivan Cardoso da Silva Júnior
05.    Evylin Guimarães Santos
06.    Fábio dos Santos
07.    Luciana Pope Gagno
08.    Mariélia de Araújo Rodrigues
09.    Naiany Candiny Almeida Souza
10.    Naiara Rúbia
11.    Sessa Cruz dos Santos

FÁBIO DOS SANTOS


Entenda o caso: Onze pessoas ficaram feridas e um jovem morto no acidente, ocorrido na madrugada deste domingo (19), durante as festas do segundo dia do carnaval da cidade de Alcobaça. A causa foi a queda de estruturas metálicas, utilizadas na montagem do camarote do Macaco Prego – armado no circuito da festa.

O camarote tinha o teto suspenso por quatro grandes arcos tubulares que, ainda sustentavam um grande círculo, onde estava a identificação visual do camarote. Foi exatamente toda esta estrutura que cedeu, derrubando um poste de energia medindo, cerca de 20 (vinte) metros de altura, imediatamente onde estavam dezenas de foliões. Outros muitos acabavam de sair daquele local, devido à uma forte chuva torrencial. Este pode ter sido um fator decisivo para a redução no número de pessoas atingidas.

Uma vítima fatal já foi confirmada e reconhecida por familiares. O jovem DEIVID NERES DOS SANTOS (15) foi atingido por parte da estrutura do camarote, que teve o teto lançado ao chão, após forte ventania. No corpo do jovem foram identificadas fraturas, além de várias marcas pelo corpo, que podem ter sido causadas por descarga elétrica.

Informações – Primeiro Jornal

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!