ITAMARAJU | Cafeicultores da região participam do 2ª treinamento sobre classificação e degustação de café

Com o objetivo de aprender a identificar sobre a qualidade do café, cerca de 30 produtores da região participaram do treinamento de “Classificação e Degustação de Café”, na rua Santa Inês , no bairro Corujão, em Itamaraju.

Em parceria com o Nesplan (4C ) Nestlé Brasil, o 2ª  treinamento foi realizado na última quinta-feira (09) e com a previsão de um novo treinamento para produtores no mês de fevereiro de 2018.

De acordo com o Gerente administrativo Josemar Baldo, os cafeicultores são treinados para classificar o produto os quesitos de qualidade e os defeitos que o produto pode apresentar, também a comparar o valor do café, destacando a importância da constatação da diferença entre a bebida aceita ou não pelo mercado.

“Eles precisam saber quanto vale o seu produto na diferença de tipos e qualidade”, afirma Henrique Sbardelotti ( Gerente comercial ).

A TEORIA DO CAFÉ

A dinâmica do treinamento envolve aulas teóricas e práticas, com trabalhos em grupos. Informações sobre a origem dos defeitos e medidas para eliminar as anomalias da bebida. São compartilhadas com os produtores a  metodologia da empresa que e participativa sem custo algum para o produtor. Apresentamos uma carga de teoria. Depois fazemos a demonstração de como classificar e degustar. 

“Esclarecemos a causa e as conseqüências dos defeitos, “além de ensinar como eliminá-los”, acrescentou Danilo Batista Controle de Qualidade da BLEND COFFEE – BAHIA.  Além dos  defeitos encontrados no café temos misturas com impurezas como palha, pedra e pau.  Analisamos o aspecto da coloração, secagem e teor de umidade.

Acreditamos e temos a plena consciência que o café conillon está deixando  de ser o coitadinho e mostrando seu grande potencial na qualidade para o mundo e os produtores precisa saber como tudo funciona.

Informações | Ascom

 

Deixe seu comentário