Moto Facil

Samarco sabia desde 2013 que barragem corria risco

Esta semana, a mineradora Samarco, a Vale, a empresa de consultoria VOGBR e mais sete executivos foram indiciados por crime ambiental, pelo rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015.
Nossos repórteres tiveram acesso aos primeiros resultados da investigação que está sendo conduzida pelo Ministério Público de Minas Gerais. Documentos inéditos mostram que desde 2013 a Samarco sabia que a barragem estava em risco.

Por | G1

Comentários no Facebook