InícioEditorialEsportesBahia inicia transferência de ativos da associação para a SAF

Bahia inicia transferência de ativos da associação para a SAF

O Bahia iniciou nesta quarta-feira (3), o processo de transferência dos seus ativos da associação para a SAF, a Sociedade Anônima do Futebol, formada em dezembro do ano passado e que teve 90% das ações vendidas para o Grupo City. O fundo árabe é o atual gestor do tricolor. 

A transferência faz parte do chamado “closing”, a constituição jurídica da SAF. A partir de agora o Bahia tem um novo CNPJ, no qual serão alocados os ativos do clube, bem como a vaga na Série A do Brasileirão. 

Nesta quarta-feira, os contratos dos jogadores começaram a migrar da associação para a SAF. Eles foram publicados no Boletim Informativo Diário da CBF (BID). Entre atletas do time principal, categorias de base e feminino, 187 contratos foram publicados em nome do Bahia SAF. 

Jogadores do Bahia já aparecem no BID da CBF como atletas do Bahia SAF (Foto: Reprodução)

A migração inclui ainda os contratos dos treinadores da base, feminino e profissional, como o técnico Renato Paiva. No site da CBF, o nome do tricolor também sofreu uma mudança e aparece como “Bahia SAF” na tabela do Campeonato Brasileiro. 

Nesta quinta-feira (4), Bahia e Grupo City realizarão um evento para anunciar a conclusão do acordo. CEO do City, Ferran Soriano estará presente. Com o fechamento jurídico, o fundo investidor passa a gerir o Bahia de forma independente. Desde dezembro o clube baiano vem sendo administrado em uma espécie de co-geestão entre o Grupo City e a associação, presidida por Guilherme Bellintani. 

No site da CBF, tricolor já aparece como Bahia SAF (Foto: Reprodução)

O acordo para a venda do Bahia ao Grupo City foi fechado no fim do ano passado após a aprovação dos sócios em Assembleia Geral. O contrato prevê o aporte de R$ 1 bilhão no Esquadrão no prazo de 15 anos. O valor será usado no pagamento de dívidas, investimento em estrutura e compra de atletas. 

Na atual temporada, o Bahia já investiu cerca de R$ 85 milhões em contratações. O mais caro foi o lateral esquerdo Chávez, que custou cerca de R$ 18 milhões junto ao Independiente del Valle. A compra foi a maior de um clube nordestino na história.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

De Lincoln a Trump, relembre atentados contra presidentes dos EUA

Em ao menos 16 situações, chefes de Estado e candidatos à Casa Branca sofreram...

Bolsonaro envia vídeo de Marçal e aliados indicam indireta a Nunes

São Paulo – O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) enviou a apoiadores e aliados próximos...

Como ser um bom goleiro?

Ser um bom goleiro no futebol é uma tarefa desafiadora que exige habilidades técnicas,...

Como abrir uma agência de viagens?

Abrir uma agência de viagens pode ser uma ótima oportunidade para empreendedores apaixonados por...

Mais para você