InícioEditorialLazer, vida e culturaCampanha turística combate o transporte clandestino no aeroporto de Salvador

Campanha turística combate o transporte clandestino no aeroporto de Salvador

Para coibir o transporte clandestino e incentivar o uso de veículos regularizados, no aeroporto da capital baiana, a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) e o Salvador Bahia Airport (Rede Vinci) lançaram, nesta quarta-feira (3), no posto do Serviço de Atendimento ao Turista (SAT) do terminal, a campanha “Transporte regular, turismo legal”. A iniciativa qualifica o destino Bahia e tem como parceiros o Batalhão de Policiamento Turístico da Polícia Militar (BepTur), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e as secretarias municipais de Mobilidade (Semob) e de Cultura e Turismo (Secult).

“Recebemos várias denúncias sobre condutores de veículos irregulares, que tentam se passar por motoristas de carros por aplicativo ou de empresas de transporte turístico, e decidimos fazer essa campanha, com ações transversais de diversos órgãos. Queremos garantir a segurança dos turistas que escolhem a Bahia, para que eles tenham serviços qualificados e retornem”, declarou o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar.

“Essa iniciativa do Governo do Estado vai dar mais tranquilidade e garantia às empresas de receptivo que atuam no aeroporto. Elas já orientam o turista a contratar o transporte regular com antecedência”, completou o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA), Jean Paul Gonze.

Nas áreas dos desembarques nacional e internacional, foram instaladas peças da campanha com mensagens de conscientização sobre o risco de usar veículos não autorizados a transportar usuários do aeroporto, além da distribuição de material informativo. Os textos são em português, inglês e espanhol.

“Importante a Bahia fazer uma campanha como essa, porque quem visita o estado para conhecer suas belezas precisa de segurança no transporte. Tomara que todos os aeroportos do país sigam o exemplo”, elogiou o publicitário mineiro João Martins, que desembarcou e pegou um táxi.

“Orientamos que as pessoas utilizem os meios de transporte autorizados, que são ônibus, metrô, táxi, veículos de empresas de receptivo e locadoras e carros por aplicativo”, explicou o sub-comandante do BepTur, major Normando Júnior.

As denúncias sobre transporte clandestino no aeroporto devem ser feitas à Ouvidoria Geral do Estado (OGE), acessando o portal www.ba.gov.br ou pelo telefone 0800 284 0011.

Por | Assessoria de Comunicação

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Representando a moda masculina, Márcio Souza

O mercado da moda masculina tem tido uma considerável crescente no mercado mundial, mostrando...

Receita Federal divulga dados da arrecadação de junho na 5ª feira

O Fisco trará informações sobre as receitas depois que...

Da Venezuela a Argentina, Lula nega inimizades: “Elejam quem quiserem”

São Paulo — Depois de dar indiretas ao presidente argentino Javier Milei, o presidente...

Ministério da Saúde anuncia R$ 140 milhões para hospitais do Rio Grande do Sul

O Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 143,7 milhões para hospitais do...

Mais para você