InícioEditorialEsportesFalta de preparação pode arruinar a imagem pública, diz especialista

Falta de preparação pode arruinar a imagem pública, diz especialista

Estudo da Harvard Business Review destaca a importância da preparação para uma avaliação positiva. Yang Mendes, especialista em comunicação, sublinha a necessidade dessa preparação para evitar repercussões negativas.

Quando se trata de falar em público ou em entrevistas, o “ao vivo” pode representar um grande desafio. A pressão por estar diante de uma plateia ou de uma câmera pode gerar ansiedade e prejudicar a comunicação, e é por isso que a preparação se torna fundamental para impressionar o espectador, conquistar confiança e ainda lidar com situações inesperadas.

Segundo uma pesquisa realizada em 2019 pela Harvard Business Review, entrevistados bem preparados são avaliados de forma positiva, enquanto a falta de preparação pode resultar em erros prejudiciais à imagem pública. De acordo com o estudo, conduzido com 87 mil lideranças mundiais, existem três elementos essenciais para a confiança em líderes: relacionamentos positivos, bom julgamento e consistência. Líderes que demonstram competência nessas áreas são vistos como mais confiáveis e eficazes.

Ao aplicar esses princípios, os entrevistados não só evitam potenciais armadilhas, mas também aumentam as chances de sucesso ao transmitir mensagens de maneira transparente e profissional. Isso reforça a importância da preparação estratégica para uma comunicação eficaz e confiante, essencial para qualquer entrevista ao vivo.

Durante um podcast esportivo, um ex-dirigente causou polêmica ao expor episódios controversos de gestão no futebol. As declarações levaram à remoção imediata do conteúdo após a transmissão, ressaltando a importância da comunicação cuidadosa e da preparação para evitar situações desfavoráveis.

Comportamento e preparo estratégico são fundamentais para lidar com as mais diversas situações de maneira eficiente e evitar consequências negativas. No contexto de entrevistas, o planejamento estratégico desempenha um papel importante, permitindo que os entrevistados se preparem adequadamente e abordem a situação com confiança. A falta de preparação pode levar a gafes irreparáveis, como revelações inapropriadas ou comentários insensíveis. Informações errôneas podem ser divulgadas sem correção imediata, prejudicando a imagem pública e profissional do entrevistado.

Yang Mendes, fundador da Eloquence Escola de Oratória, destaca que “a habilidade de gerenciar a exposição pública e escolher cuidadosamente as palavras pode fazer a diferença entre uma entrevista bem-sucedida e uma situação controversa”.

Segundo o preparador da Eloquence, a preparação e o comportamento estratégico desempenham um papel fundamental na eficácia dessas entrevistas, influenciando diretamente a percepção pública e a confiança dos entrevistadores. Baseado em situações reais e experiências de alunos, ele compartilha algumas orientações:

Conheça o programa: antes de participar, entenda o formato do programa e quem são os entrevistadores.

Evite substâncias que alterem a consciência: o uso de álcool pode prejudicar a concentração e prudência durante a entrevista. Evite consumir substâncias que possam afetar seu discernimento.

Considere que o programa pode ser ao vivo: mesmo em entrevistas gravadas, esteja ciente de que câmeras e microfones podem registrar antes do previsto.

Tenha cuidado com as palavras: Yang Mendes salienta que “a prudência é essencial. Uma fala mal pensada pode ter repercussões significativas.”

Concentre-se e planeje sua fala: a concentração é vital. Prepare-se antecipadamente e desenvolva respostas claras e concisas.

Desenvolva sua oratória: o preparador da Eloquence encoraja a “trabalhar sua habilidade de comunicação para transmitir suas ideias de forma eficaz e evitar mal-entendidos.”

Entrevistas demandam conhecimento do tema, habilidades de comunicação e preparação meticulosa. Evitar contratempos que prejudiquem a imagem pública é crucial. O caso discutido recentemente destaca a importância de ser cauteloso ao lidar com a exposição pública.

Seguir orientações como as de Yang Mendes, fundador da Eloquence Escola de Oratória, aumenta as chances de sucesso na transmissão de mensagens claras e profissionais durante esses eventos. Além disso, a exploração de recursos educativos em técnicas eficazes de comunicação pode contribuir significativamente para aprimorar essas habilidades.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Diretora do Serviço Secreto dos EUA é intimada pelo Congresso

Kimberly Cheatle confirma que testemunhará na sessão marcada por comitê republicano para a próxima...

Laudos de câncer atrasados chegam a 1 mil e HUB pede ajuda a hospitais

A Divisão de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (DADT) do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB)...

“Tudo bem corintiano bater em mulher, Lula?”, diz Ciro Nogueira

Senador afirma ser “inaceitável” fala do presidente “perdoando” violência doméstica praticada por torcedores do...

Sem furar bolha da esquerda, Boulos anuncia 8º partido em coligação

São Paulo – Polarizando com o prefeito Ricardo Nunes (MDB) nestas eleições, o deputado...

Mais para você