InícioNotíciasPolíticaPimenta e Gleisi negam que exista “gabinete do ódio” no governo Lula

Pimenta e Gleisi negam que exista “gabinete do ódio” no governo Lula

O ministro Paulo Pimenta, anteriormente na Secretaria de Comunicação Social (Secom) e destinado para a pasta de Reconstrução ao Rio Grande do Sul, e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, negaram a existência de uma versão do “gabinete do ódio” implementado no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Durante a semana, o jornal O Estado de S. Paulo divulgou uma suposta articulação do governo federal com influenciadores de esquerda para repercussão de boas ações do governo e ataques contra adversários.

Neste domingo (16/6), o jornal O Globo trouxe o assunto de volta ao abordar pessoas influentes nas redes sociais que estariam disseminando desinformação para favorecer o governo.

No X (antigo Twitter), Pimenta disse: “Não existe nem nunca existiu ‘gabinete’ nenhum envolvendo governo e comunicadores de esquerda para fazer luta política ou algo parecido. É uma tentativa irresponsável de igualar um esquema criminoso de produção industrial de mentiras e desinformação com opinião de ativistas digitais progressistas”.

“Nunca existiu, repito, nada semelhante ao ‘gabinete do ódio’, que se utilizou de recursos públicos e com a máquina do Estado para investigar e atacar adversários”, reforçou.

Fake news Para Gleisi, “fake news é dizer que as urnas eletrônicas iam fraudar as eleições para Lula, como Bolsonaro fez na famosa reunião ministerial investigada no STF. É espalhar nas redes que os caminhões com doações para os gaúchos estavam sendo parados pela fiscalização”.

“Comparar com o bolsonarismo passou da conta”, afirmou a presidente do PT.

O chamado “gabinete do ódio” era um grupo, da época da gestão anterior, responsável por publicações nas redes sociais. Os membros do gabinete são, atualmente, investigados por incentivo a ações golpistas no Supremo Tribunal Federal (STF).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lula atravessa a rua e pisa em outra casca de banana

O que era o forte de Lula – a capacidade de falar de improviso,...

Diretora do Serviço Secreto dos EUA é intimada pelo Congresso

Kimberly Cheatle confirma que testemunhará na sessão marcada por comitê republicano para a próxima...

Laudos de câncer atrasados chegam a 1 mil e HUB pede ajuda a hospitais

A Divisão de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (DADT) do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB)...

“Tudo bem corintiano bater em mulher, Lula?”, diz Ciro Nogueira

Senador afirma ser “inaceitável” fala do presidente “perdoando” violência doméstica praticada por torcedores do...

Mais para você