InícioNotíciasPolíticaSaiba quem era empresária goiana que morreu após cirurgia plástica

Saiba quem era empresária goiana que morreu após cirurgia plástica

Uma empresária, proprietária de um hotel em Goianésia, na região central de Goiás, morreu após passar por cirurgias plásticas na capital goiana. Conforme o boletim de ocorrência (BO), a mulher faleceu após uma mamoplastia e uma lipoaspiração.

A família denuncia que houve negligência médica e falta de socorro.

Fábia foi operada na última sexta-feira (3/5) e morreu na noite de terça-feira (7/5), por um tromboembolismo pulmonar gorduroso e choque obstrutivo.

De acordo o boletim de ocorrência, a polícia solicitou exame cadavérico para verificar a causa da morte da empresária. O caso será investigado pelo delegado Breynner Vasconcelos, de Goiânia.

fabia empresaria morre cirurgia plastica goias 3

Era proprietária de um hotel em Goianésia (GO) Reprodução/Redes sociais

fabia empresaria morre cirurgia plastica goias 2

Segundo prima, Fábia era apaixonada por motocicletas Reprodução/Redes sociais

fabia empresaria morre cirurgia plastica goias 1

A mulher morreu após cirurgias plásticas, em Goiânia Reprodução/Redes sociais

Empresária apaixonada pela vida De acordo com a prima de Fábia, Mariana Batista, a mulher era apaixonada por motocicletas e esportes radicais. Segundo a prima, ela gostava de ir a festas, de se divertir com amigos, além de frequentar diversos círculos sociais. “[Ela era] empoderada, entrava em qualquer lugar, em qualquer nível social”, disse ela ao G1.

Nas redes sociais, ela compartilhava fotos em encontros de motociclistas, em viagens e ao lado da família. “Ela gostava de moto, de jet ski, lancha e esportes aquáticos. Estava sempre nos encontros de motos”, completou a prima.

Denúncia de negligência Na quarta-feira (8/5), a família de Fábia denunciou a morte dela à Polícia Civil. Conforme relato do B.O., a empresária realizou as cirurgias plásticas na última sexta-feira (3), em Goiânia, e recebeu alta médica no domingo (5/5). No entanto, ela voltou ao hospital na manhã de terça-feira (7/5) com dores abdominais.

“Ela foi internada e fez exames de sangue. A família pediu uma tomografia, mas os médicos disseram que ela estava só com anemia e não precisava da tomografia, só bolsas de sangue”, relatou Mariana.

Conforme o relato da família à polícia, Fábia gritava de dor e, mesmo assim, os plantonistas e o médico que fez a cirurgia não a examinaram ou pediram a tomografia.

“Ela só tomou as bolsas de sangue e, quando houve a troca de plantão, a médica viu que era uma infecção grave e disse que a Fábia precisava de uma unidade de terapia intensiva (UTI)”, afirmou a prima.

Mariana afirma que, nesse momento, no início da noite, as equipes do hospital informaram que a unidade não tinha uma UTI nem um aparelho para fazer a tomografia.

Os médicos pediram o encaminhamento de Fábia para outro hospital, mas, preocupada, a família decidiu levar a empresária para uma unidade de saúde que eles confiavam mais.

De acordo com a prima, Fábia já chegou ao outro hospital com embolia e septicemia. Segundo ela, o médico não acompanhou a paciente e afirma que demorou mais de 10 horas para que a vítima fosse encaminhada à segunda unidade de saúde.

Intercorrências Por meio de nota, o médico Nelson Fernandes, que realizou a cirurgia plástica, lamentou a morte de Fábia e disse que os procedimentos foram realizadas sem intercorrências e queixas da paciente. Além disso, afirmou que prestou toda a assistência, seguindo sempre os protocolos adequados e as práticas médicas.

O Hospital Unique, onde as cirurgias foram feitas, também por meio de nota, negou que houve negligência por parte da equipe médica, disse que informou a família sobre o quadro de saúde da paciente e que vai colaborar com a investigação.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Senado discute proposta que pode privatizar terrenos da União

PEC quer que áreas ocupadas do litoral possam ser compradas por particulares mediante pagamento,...

Governo Lula planeja show em Brasília para arrecadar dinheiro para RS

IGO ESTRELA/METRÓPOLES 1 de 1 Chuvas e inundações no Rio Grande do Sul -...

Congresso analisa vetos às “saidinhas” e ao calendário de emendas

Deputados e senadores têm sessão conjunta na 3ª feira (28.mai); governistas estão otimistas com...

Deslizamento de terra deixou 2 mil soterrados em Papua Nova Guiné

Depois que uma agência da ONU apontou 670 pessoas mortas em deslizamento de terra...

Mais para você