InícioEditorialEsportesSuspeito de chefiar manipulação de jogos comemorou esquema: 'Vai me deixar rico'

Suspeito de chefiar manipulação de jogos comemorou esquema: ‘Vai me deixar rico’

O empresário Bruno Lopez, apontado como “chefe” no caso da manipulação de jogos no futebol brasileiro foi visto comemorando o suposto esquema em mensagens com outros acusados.

Em conversa com Thiago Chambó, Bruno fala sobre o pagamento feito ao jogador Fernando Neto, que recebeu promessa de R$ 500 mil se fosse expulso de uma partida.

“Esse cabeludo vai me deixar rico, em nome de Jesus”, escreveu o empresário. As informações são do g1.

Prints da conversa mostram que Bruno explica que “estaria tudo certo” para a “operação de expulsão” de Fernando Neto durante a partida entre Sport x Operário, pela Série B de 2022. 

Na época, Bruno e Thiago trocaram mensagens comemorando os lucros e a possibilidade de férias com o dinheiro.

“Os meus amarelos com os seus, os meus vermelhos com os seus e ‘nós quebra as banca’ e entra em férias. Então só os mais fechamento”, diz Thiago.

De acordo com o Ministério Público, o grupo cooptava jogadores com ofertas entre R$ 50 mil e R$ 100 mil para que cometessem lances específicos nos jogos. Dessa forma, os apostadores tinham lucros altos em sites de aposta.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você