InícioEditorialPolítica Nacional‘Vou recorrer da decisão até o fim’, diz Dallagnol após Câmara confirmar...

‘Vou recorrer da decisão até o fim’, diz Dallagnol após Câmara confirmar cassação

O deputado federal cassado Deltan Dallagnol (Podemos-PR) afirmou nesta terça-feira, 6, que seguirá lutando contra a decisão da Câmara dos Deputados, que confirmou a cassação do parlamentar. Dallagnol disse que irá recorrer da decisão “até o fim”. “Hoje o sistema corrupto vence, sim, uma batalha. Mas vou seguir lutando com todas as minhas forças para que ele não vença a guerra”, afirmou o ex-deputado. O parlamentar mais votado do Paraná disparou contra a Câmara dizendo que os deputados se curvaram da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que ele considera injusta. “A Mesa da Câmara dos Deputados decidiu se curvar diante de uma decisão injusta do TSE. Mais uma vez, o Poder Legislativo decidiu se curvar à criação da lei pelo Poder Judiciário. Hoje a Casa do Povo se dobrou contra a vontade do povo”, disse.

Dallagnol reiterou que não se arrepende do que fez enquanto exercia o cargo e disse que deixará a Câmara com a consciência tranquila. “Deixo hoje a Câmara dos Deputados, mas deixo com a paz com quem honrou os seus eleitores. Deixo o Congresso Nacional com a paz de alguém que não foi cassado porque cometeu algum crime, porque praticou corrupção, porque esteve em farras de guardanapos ou porque aceitou um tríplex em troca de favores”. Segundo ele, a motivação de sua saída foi por “ter defendido a verdade”. “Não fui cassado pela minha saída do Ministério Público. Fui cassado pelo que eu fiz dentro do Ministério Público, por ter ousado colocar corruptos pela primeira vez debaixo da lei. O meu crime foi ter defendido meus valores, defendido a verdade e ter buscado colocar políticos corruptos na cadeia pela primeira vez na história do Brasil. Hoje sou cassado pelas mãos de um ministro delatado no TSE e a partir das mãos de um deputado acusado na Câmara”, concluiu.

 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

STF valida uso de vestimenta religiosa em fotos oficiais

Por unanimidade, Corte estabeleceu que é constitucional o uso de acessórios de cunho religioso...

PETO recupera veículo, onde vítima chegou a ser baleado durante assalto

Nesta quarta-feira (17) de abril, militares do PETO conseguiram recuperar um veículo com restrição...

Com plenário vazio, deputados veem futebol em meio a articulação quente entre Lira e governo Lula

Foto: Levy Teles/Estadão Deputados assistem à cobrança de pênaltis entre Manchester City e...

Regulamentos sobre a nova Lei de Licitações e Contratos Administrativos

A Lei Federal nº 14.133/2021 representa um marco importante no cenário das licitações públicas...

Mais para você