ITAMARAJU | Dia mundial do meio ambiente e os resíduos sólidos

O Brasil produziu no ano de 2017 aproximadamente 220.000.000 de toneladas de resíduos sólidos urbanos (lixo), ou seja, cada brasileiro gerou em média 1,071 hab/kg/dia per capta.

Traduzindo essa realidade para nossa cidade, podemos afirmar que estatisticamente, a população do município de Itamaraju gerou no ano passado 26.573.095 (vinte e seis milhões, quinhentos e setenta e três mil e noventa e cinco) quilos de lixo.

Analisando o índice de cobertura da coleta de resíduos sólidos urbanos no mesmo período, o Brasil deixou de coletar 9,20% de todo lixo gerado pela sua população.

Do montante coletado, em média, 93% tiveram a seguinte disposição: Resíduos sólidos destinados à aterros sanitários: 35,70%, para aterro controlado o percentual foi de 33,00% e para os famosos lixões a céu aberto foram destinados 31,30%. Na região nordeste apenas 64,30% de todo lixo gerado é coletado e milhões de toneladas de lixo são jogados nos lixões e aterros controlados.

O sócio-administrador da Diretriz Ambiental, o Consultor em Sustentabilidade, Emilson Pires, informou que já requereu à Prefeitura de Itamaraju o alvará de construção do centro de triagem, reciclagem e compostagem de resíduos sólidos urbanos. Disse ainda que a reciclagem e a compostagem de resíduos sólidos proporciona as seguintes vantagens:

  • PARA O PAÍS – a reciclagem representa economia de recursos públicos, uma vez que propicia redução nas importações de matéria-prima (petróleo ou a própria resina virgem);
  • PARA O MEIO AMBIENTE – polpa as fontes não-renováveis de energia (as matérias-primas básicas do PET são derivadas do petróleo) e reduz o impacto ambiental do descarte de embalagens, bem como contribui para reduzir os gastos públicos com tratamento do lixo e para aumentar a vida útil de locais de deposição;
  • PARA A INDÚSTRIA – as empresas que utilizam o PET revalorizado se beneficiam das vantagens econômicas representadas pela reutilização do material descartado;
  • PARA A SOCIEDADE – impulsionam o surgimento de indústrias dedicadas à reciclagem e atividades relacionadas ao setor;
  • PARA O MUNICÍPIO – as empresas recolhem tributos e praticam responsabilidade socioambiental;
  • PARA O POVO – as empresas geram trabalho e renda diretos e indiretos, contribuindo para o aumento da circulação de dinheiro na economia da cidade.

Serviço: Diretriz Ambiental

Tels: (73) 3031-0033 e (73) 9.9840-4656

 – Rua Presidente Médici, 464, Centro, Itamaraju/Ba.

 

Por | Ascom

Imagem 1 – Arquivo IN

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!