InícioNotíciasSociedadeCacauicultura brasileira se reúne no Sul da Bahia para discutir perspectivas da...

Cacauicultura brasileira se reúne no Sul da Bahia para discutir perspectivas da lavoura

Eventos em Itabuna e Ilhéus debatem produtividade e busca de novos mercados.

Ilhéus e Itabuna, na Bahia, serão palco de dois eventos importantes para a cacauicultora brasileira no início de novembro. O 1º Encontro Brasileiro de Produtores de Cacau (EBPC) e o Projeto Cacau 500 reunirão produtores, especialistas e autoridades para discutir temas como melhoria da produtividade, implementação de boas práticas, controle de doenças e busca de novos mercados.

O EBPC acontecerá no Auditório da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus, no dia 3 de novembro. O evento contará com palestras e debates sobre temas relevantes para a cadeia produtiva do cacau. A CEPLAC, empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, estará presente no evento para apresentar informações sobre as pesquisas de combate às doenças que ameaçam a lavoura cacaueira, como a monilíase e o mosaico do cacau.

O Projeto Cacau 500 será realizado no Teatro Candinha Dorea, em Itabuna, no dia 7 de novembro. O evento tem como objetivo promover a alta produtividade do cacau, com foco na produtividade de 500 arrobas por hectare. O projeto será apresentado por especialistas, e contará com uma exposição de tecnologias e inovações para a cacauicultura.

Os dois eventos têm o apoio da ANPC – Associação Nacional dos Produtores de Cacau, entidade que tem mobilizado os produtores de todo o Brasil com ações efetivas junto aos governantes.

Organizadores esperam participação massiva de produtores

Os organizadores dos eventos esperam a participação massiva de produtores de cacau da Bahia e de outros estados. As inscrições para o EBPC e o Projeto Cacau 500 estão abertas e podem ser feitas no site dos respectivos eventos.

Cacauicultura brasileira busca se fortalecer

A cacauicultora brasileira é um setor importante para a economia do país. O Brasil é o sétimo maior produtor mundial de cacau, e o setor gera cerca de 1 milhão de empregos diretos e indiretos.

“Os dois eventos no Sul da Bahia representam uma oportunidade para a cacauicultora brasileira se fortalecer e buscar novos caminhos para o futuro”, afirma Ney Marçal um dos idealizadores do 1º Encontro Brasileiro de Produtores de Cacau.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

De Lincoln a Trump, relembre atentados contra presidentes dos EUA

Em ao menos 16 situações, chefes de Estado e candidatos à Casa Branca sofreram...

Bolsonaro envia vídeo de Marçal e aliados indicam indireta a Nunes

São Paulo – O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) enviou a apoiadores e aliados próximos...

Como ser um bom goleiro?

Ser um bom goleiro no futebol é uma tarefa desafiadora que exige habilidades técnicas,...

Como abrir uma agência de viagens?

Abrir uma agência de viagens pode ser uma ótima oportunidade para empreendedores apaixonados por...

Mais para você