InícioEditorialEntretenimentoDaniel Lenhardt revela mudanças após BBB 20: “Um choque para muitos”

Daniel Lenhardt revela mudanças após BBB 20: “Um choque para muitos”

Daniel Lenhardt ficou conhecido após ter participado do Big Brother Brasil 20. O modelo foi escolhido pelo público na Casa de Vidro para entrar no programa, mas acabou dividindo opiniões por algumas atitudes e comportamentos. Tempos depois, ele mostrou um outro lado ao integrar o elenco de um outro reality, dessa vez, amoroso: o Túnel do Amor.

Atualmente, Daniel tem feito sucesso nas passarelas nacionais e internacionais. O ex-BBB bateu um papo exclusivo com a coluna Fábia Oliveira e abriu o jogo sobre as mudanças em sua vida desde que participou do reality da Globo. “Minha mente mudou, minha forma de pensar mudou, novos caminhos foram descobertos, principalmente pessoais”, declarou ele.

1 de 6

Daniel Lenhardt

Divulgação

2 de 6

Daniel Lenhardt

Divulgação

3 de 6

Daniel Lenhardt

Divulgação

4 de 6

Daniel Lenhardt

Divulgação

5 de 6

Ex-BBB 20, Daniel Lenhardt

6 de 6

Ele é gaúcho

Cortesia

Na entrevista à coluna, Daniel Lenhardt ainda revelou a principal diferença entre estar no elenco do BBB e do Túnel do Amor e abriu o jogo sobre participar uma segunda vez do reality show da Globo. “Seria um choque para muitos ao mostrar o Daniel de hoje, bem diferente após quatro anos”, disparou.

Ele, que tem um irmão gêmeo chamado Tadeu, ainda contou algumas histórias curiosas que viveu com o rapaz, como uma troca no meio da prova e até mesmo um episódio de “fura olho”.

Confira a entrevista completa com Daniel Lenhardt: Ser modelo sempre foi algo que você desejou? Pretende continuar nessa carreira?

A carreira de modelo veio como uma oportunidade e eu agarrei. Ser modelo nunca foi meu grande sonho, mas aprendi a amar e hoje posso dizer que pretendo continuar, sem dúvida.

Qual é a principal diferença entre o cenário brasileiro e o cenário internacional no mundo da moda?

O mercado da moda no Brasil sempre foi muito forte, o Brasil sempre exportou modelos que viraram referência de moda internacional, sem mencionar os profissionais como fotógrafos, designers, maquiadores, stylists… A única diferença é que, no exterior, o profissional tem a chance de ser reconhecido internacionalmente e a remuneração é mais alta.

Ter participado do BBB 20 te abriu muitas portas? O que você leva do programa como principal mudança na sua vida pessoal e profissional?

A minha realidade mudou completamente depois do programa. Algumas oportunidades foram de extrema importância, outras nem tanto. Minha mente mudou, minha forma de pensar mudou, novos caminhos foram descobertos, principalmente pessoais.

A maior porta que se abriu foi de dentro pra fora. Foi um mergulho tão intenso, pessoal e necessário. Foi também uma porta de conhecimento e conexões com pessoas importantes, e isso me trouxe para o lugar que estou hoje.

Você ainda tem contato com alguém que participou do BBB com você?

Claro, há pessoas do BBB 20 que sempre vou levar no meu coração. Sempre que estou no Brasil damos um jeito de nos ver e matar a saudade e mesmo longe estamos sempre em contato.

Caso convidado em alguma outra oportunidade, participaria do BBB novamente?

Participaria sem pensar duas vezes. Seria um choque para muitos ao mostrar o Daniel de hoje, bem diferente após quatro anos.

Você também participou do Túnel do Amor. Qual é a principal diferença entre os dois realities? E os pós e contras?

O Big Brother é um jogo de convivência, de estratégias, um jogo físico, mental e emocional. Já o Túnel do Amor é sobre relacionamentos amorosos. Por incrível que pareça, participar do Túnel foi mais desafiador comparado ao BBB, que foi mágico. Na época eu não tinha muita noção do que estava acontecendo, era inacreditável, era um meninão vivendo um sonho.

O Túnel foi algo consciente e pé no chão, já não existia aquele meninão vivendo um sonho. O Big Brother me despiu de conceitos e preconceitos, apanhei e aprendi muito, vivi sem medo algum.

Depois das participações nos realities, o que mais mudou no Daniel enquanto pessoa?

Absolutamente tudo. O pós Big Brother foi uma escola rápida, necessária e dolorosa que me transformou e me lapidou, abriu novos caminhos internos. Eu não seria quem sou hoje sem o Big Brother. Escrevi isso um dia: Para alguns participantes, o BBB também é um encontro com todas as suas feridas e traumas, mesmo que inconscientemente.

Eu acho que para esses participantes, a corrida principal realmente não é sobre o prêmio final e sim sobre o prêmio pessoal, que depois se torna um despertar e um crescimento interno muito forte. Cada pessoa que participou dessa inexplicável experiência que é o BBB tem seu processo e sua forma de lidar em diferentes situações, e essa é a vida, mesmo sendo um jogo, mesmo sabendo que BBB não é casa de cura, mesmo querendo lutar muito pelo prêmio final…

Você e seu irmão têm bastante conexão. Além de serem iguais por fora, vocês também são parecidos por dentro? Como é a relação de vocês?

Somos, ao todo, quatro irmãos. Há quem diga que sou muito parecido fisicamente com meu irmão gêmeo e há quem diga que não somos. Ao meu ver, depende muito da fase que cada um vive no momento. Já por dentro somos bem diferentes, com mentalidades diferentes, cada um no seu processo.

Meu irmão é uma pessoa com uma luz gigante, um coração enorme, mas a vida dele vem com um pouco mais de desafios, que são totalmente diferentes dos meus. Temos um bom contato, porém, assim como todos da minha família, somos mais livres e desapegados.

Tem alguma história curiosa envolvendo vocês que você possa contar? Alguma clássica sobre troca de irmãos, por exemplo… Rs

Ah, tem sim (risos). Uma vez trocamos de turma em um dia de prova, o Tadeu foi fazer a minha prova e eu fui fazer a dele, até então a professora não tinha notado, mas alguns colegas começaram a rir na sala de aula e fomos descobertos e levados para a diretoria.

Outra história foi há muito tempo em uma festa, ele estava ficando com uma garota e, em um determinado momento, eu entrei na festa e dei de cara com essa garota. Paramos na frente um do outro e nos beijamos, até hoje não sei se ela sabia que era eu eu ou se achava que eu era o meu irmão. Confesso que fui fura olho (risos).

Quais são os próximos passos e planos de Daniel? Pode adiantar alguma novidade pra gente?

Tenho grandes objetivos profissionais e pessoais, hoje eu tenho mais clareza que eu nasci para a arte de atuar, pra esse mundo cheio de vidas, de danças, cheio de arte… Sou graduado em artes cênicas e é o que eu quero para minha vida.

Eu amo o Brasil, não descarto oportunidades que chegam do meu país, mas meu foco no momento está fora do Brasil, tanto como ator quanto como modelo. Os próximos passos é conciliar as duas profissões.

Neste ano retomei os estudos de atuação em diferentes países e pretendo nos próximos meses estar mais envolvido. 2024 tem sido um ano muito importante profissionalmente, descobertas, encerramento de ciclos e início de muitos outros. A vida tem me dado muitos sinais e hoje eu posso dizer que estou no caminho certo para chegar onde eu quero.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Vaidebet: A Plataforma Definitiva para Apostas Online

O mercado de apostas online está em constante evolução, oferecendo cada vez mais opções...

Partido Democrata avalia antecipar nomeação de Biden

Integrantes querem oficializar a candidatura antes da Convenção Nacional, em 19 de agosto; buscam...

“Ninguém vai te roubar”, diz Nego Di para vítima de golpe: veja prints

O influenciador e humorista Nego Di foi preso em 14 de julho, em Santa...

Dólar vai a R$ 5,58, à espera de reunião de Lula com Haddad. Entenda

O dólar opera em forte alta nesta quinta-feira (18/7). Às 16h20, a moeda americana...

Mais para você