InícioNotíciasPolíticaServidora estadual é a principal suspeita em investigação sobre desvio de recurso

Servidora estadual é a principal suspeita em investigação sobre desvio de recurso

De acordo com as investigações da Polícia Civil de Itamaraju, a diretora do Colégio Estadual Professora Aurivaldina Joazeiro (antigo colégio modelo) é investigada por fraudar e sacar valores de cartões educativos pertencente aos alunos da unidade.

Durante a manhã desta quinta-feira (25) de abril, o delegado Gilvan de Meireles Prates e sua equipe, estiveram no Colégio Estadual Professora Aurivaldina Joazeiro e levaram a diretora para prestar depoimento sobre o caso.

A denúncia de improbidade administrativa, aponta que a servidora pública estadual receptava os cartões com ajuda de custo aos alunos e utilizava para efetuar compras, desviando assim os valores para contas ligadas ao possível esquema.

O nome da servidora não foi divulgado. A Secretaria de Educação do Estado informou que não irá se manifestar sobre o caso.

Nas redes sociais alunos compartilharam o momento onde ocorreu a ação na unidade de ensino.

A servidora, também poderá ser denunciada por supostamente realizar “manobras ilícitas por meio de registros falsos nos sistemas informatizados e falsificação de prestações de contas”.

As investigações continuam e outros funcionários da unidade deverão prestar depoimento sobre o caso.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Homem com fuzil é preso perto de convenção republicana

Segurança no local do evento foi reforçada após o ex-presidente dos EUA Donald Trump...

Anderson Torres aposta em reviravolta para não ser expulso da PF

Vinícius Schmidt/Metrópoles 1 de 1 PF Anderson Torres ex-secretário de Segurança Pública do DF,...

Chiquinho diz que é “vítima” e que relação com Marielle era “maravilhosa”

Na Câmara, deputado nega envolvimento com milícias; Domingos Brazão, irmão do congressista, também prestou...

Bambambã: juiz diz que empresário agiu de forma articulada e violenta

Dono do bar Bambambã – localizado na 408 Norte, em Brasília – Gabriel Ferreira...

Mais para você