InícioEditorialLazer, vida e culturaOficinas de educação ambiental vão discutir emergências climáticas no extremo sul da...

Oficinas de educação ambiental vão discutir emergências climáticas no extremo sul da Bahia

Oficinas acontecerão entre agosto e setembro nos municípios de Itanhém, Medeiros Neto e Ibirapuã

Tendo em vista o debate sobre recursos hídricos e emergências climáticas, Itanhém, Medeiros Neto e Ibirapuã, no extremo sul da Bahia, vão receber oficinas de Educação Ambiental entre os meses de agosto e setembro. Antes disso, o projeto será apresentado no primeiro encontro presencial que acontecerá de 15 a 19 de julho nesses municípios.

Com apoio do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Peruípe, Itanhém e Jucuruçu (CBHPIJ), as oficinas integram um projeto de extensão da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) coordenado pela professora e presidente do CBHPIJ, Ana Odália Sena.

Responsável pela abordagem na região, a presidente explica que as oficinas foram idealizadas a partir de uma proposta da Articulação Nacional de Políticas Públicas em Educação Ambiental (ANPPEA). Segundo ela,  as oficinas visam identificar, sistematizar e documentar o conjunto de processos educativos das Políticas  Públicas em Educação Ambiental (PPEA), com foco na conservação e uso sustentável da biodiversidade e recursos hídricos.

As oficinas também tem como objetivo identificar suas inter-relações histórico culturais, políticas, sociais e econômicas contextualizadas nos municípios que já possuem políticas públicas em educação ambiental; além de criar e fortalecer redes de aprendizagens nos municípios com PPEA implementadas, e ofertar capacitação para os professores da rede pública de ensino e gestores ambientais dos municípios de abrangência no CBHPIJ.

“Espera-se que essas práticas venham contribuir para melhorar a qualidade de vida das pessoas envolvidas e desenvolver hábitos e atitudes em práticas corretas de uso do solo e produção orgânica em defesa do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável no território extremo sul da Bahia, assim como contribuir com a revitalização das bacias hidrográficas e qualidade das águas”, pontua a professora e presidente do CBHPIJ.

Após o primeiro encontro presencial, a etapa das oficinas será iniciada entre os meses de agosto e setembro. Posteriormente, o projeto segue com a realização de seminário nos três municípios em novembro e será finalizado com a produção do artigo em dezembro.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Anuário de Segurança Pública aponta aumento de 127% nos casos de racismo registrados em 2023

Os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública revelaram um aumento significativo nos registros...

Frases Bíblicas de Amor: Ensinamentos e Inspirações

A Bíblia é uma fonte rica de sabedoria e inspiração, especialmente quando se trata...

CGU indica falhas em programa de merenda de Dilma, Temer e Bolsonaro

Órgão analisou a execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar de 2015 a 2020...

Davi Brito é cancelado e perde seguidores após término com Tamires

Campeão do BBB 24, Davi Brito perdeu mais de 100 mil seguidores nas redes...

Mais para você