InícioNotíciasPolíticaProcurada pelo FBI, Patrícia Lélis deixa escapar a localização; veja

Procurada pelo FBI, Patrícia Lélis deixa escapar a localização; veja

A brasileira Patrícia Lélis, procurada pela polícia federal dos Estados Unidos, deixou a sua localização escapar em uma publicação na rede social X (antigo Twitter). Ela postou uma gravação de uma tela de celular, nesta quarta-feira (17/1), em que mostra a temperatura na cidade de Cuauhtémoc, no México.

Lélis é acusada de fraude eletrônica, transações monetárias ilegais e roubo de identidade agravado. O nome dela foi incluído na lista de procurados do FBI [Federal Bureau of Investigation]. O caso ganhou grande repercussão no Brasil e também no exterior.

A gravação foi divulgada por Patrícia Lélis para mostrar que um suposto jornalista norte-americano teria entrado em contato com ela por meio do X. A localização está no fim do vídeo.

localização de Patrícia Lélis

Reprodução

Patricia Lelis (1)

Reprodução/Redes Sociais

Patricia Lelis (3)

Reprodução/Redes Sociais

Patrícia Lélis

Patrícia Lélis foi protagonista de vários escândalos Reprodução/Facebook

patricia lelis e marco feliciano

Ela acusou Marco Feliciano de assédio Internet/Reprodução

Patricia Lelis (4)

Reprodução/Redes Sociais

Também nas redes sociais, ela afirma que está protegida em outro país, e que o governo dos Estados Unidos tem a versão dele.

“Estou protegida em outro país, entreguei os documentos que tenho e estou sendo representada por um dos melhores advogados do país”, escreveu a brasileira.

“O governo norte-americano tem a versão deles, eu tenho a minha, que inclui e-mails, fotos, vídeos e ligações. Vocês acham que internet é feita para ser tribunal, e não é assim que as coisas funcionam”, completou Patrícia.

Conheça Patrícia Lélis Patrícia Lélis é natural de Brasília e ganhou visibilidade nacional após acusar o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PL-SP) de tentativa de estupro. O caso ocorreu em 2016, e ela também teria acusado um assessor do político de sequestro e cárcere privado.

Nas eleições de 2018, ela chegou a se candidatar a deputada federal, mas não conseguiu os votos necessários para obter uma cadeira na Câmara.

Fraude milionária As autoridades norte-americanas a acusam de aplicar golpes em clientes ao se passar por advogada de imigração. Segundo o governo dos Estados Unidos, as vítimas tiveram um prejuízo estimado em R$ 3,4 milhões.

A acusação diz que a brasileira vive em Arlington, no Texas, e prometia ajudar clientes estrangeiros que gostariam de tirar o visto permanente no país. Ela teria cobrado US$ 270 mil pelo serviço a uma vítima.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Como ser um bom goleiro?

Ser um bom goleiro no futebol é uma tarefa desafiadora que exige habilidades técnicas,...

Como abrir uma agência de viagens?

Abrir uma agência de viagens pode ser uma ótima oportunidade para empreendedores apaixonados por...

Como atrair clientes para loja?

Atrair clientes para a sua loja é essencial para o sucesso de qualquer negócio....

Como saber se tenho TOC?

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) é uma condição de saúde mental caracterizada por pensamentos obsessivos...

Mais para você