InícioNotíciasPolíticaQuem era Marina Mamede, streamer e ativista que morreu aos 34 anos

Quem era Marina Mamede, streamer e ativista que morreu aos 34 anos

A streamer e ativista Marina Mamede, de 34 anos, morreu na última sexta-feira (5/7), em Ouro Preto, Região Central de Minas Gerais. A causa do falecimento ainda não foi divulgada.

A influenciadora ficou conhecida durante as eleições de 2022, ao defender pautas de esquerda nas redes sociais. Ela deixou três filhos.

Marina Mamede também presidia o Conselho Municipal de Segurança Alimentar Nutricional Sustentável (Conseas-OP) em Ouro Preto.

1 de 4

Marina Mamede morreu aos 34 anos

Reprodução/Redes sociais

2 de 4

Ela deixa três filhos

Reprodução/Redes sociais

3 de 4

A causa da morte ainda não foi divulgada

Reprodução/Redes sociais

4 de 4

A influenciadora ficou conhecida durante as eleições de 2022, ao defender pautas de esquerda nas redes sociais

Reprodução/Redes sociais

Na época das eleições de 2022, Marina viralizou nas redes sociais ao fazer um vídeo em que dizia que era uma bolsonarista arrependida e havia desistido de votar no ex-presidente após descobrir que o mesmo era maçom. Ainda no registro, ela afirmou que “Lula era um verdadeiro cristão”.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e que a perícia iniciou as investigações do caso.

“O corpo da vítima, de 34 anos, foi encaminhado ao Posto Médico-legal para ser submetido a exames. A PCMG esclarece que a perícia oficial esteve no local realizando os levantamentos necessários à investigação. Tão logo seja possível, outras informações serão divulgadas”, disse a Polícia Civil em nota.

Repercussão da morte de Marina Mamede O deputado federal André Janones (Avante-MG) lamentou o falecimento da ativista Marina Mamede.

“Recebi com muita tristeza a notícia da partida da Marina Mamede, que foi covardemente perseguida por suas posições políticas. Que Deus a receba em sua infinita misericórdia e conforte o coração da família”, escreveu. “Sua contribuição em 2022, na batalha pela democracia, jamais será esquecida e diante da finitude da vida, te tornará eterna em nossas lembranças. Descanse em paz”, finalizou o político.

Nas redes sociais, internautas também repercutiram a morte de Marina Mamede.

“Moça linda, inteligente, que eu não conhecia. Acompanhei sua luta pela democracia durante as eleições, e algumas vezes em suas postagens ficava explícita a dor da perseguição que sofria. Que tristeza uma ida tão precoce! Muita luz e todas as boas energias recebendo Marina Mamede”, escreveu um usuário.

“Uma de nós se foi, para mim, o dia e de luto, sem espaço para mais nada. Não era próxima, mas acompanhava sua trajetória. Ela era militante, combativa, lutadora. Marina Mamede era mulher, era mãe, era ativista. Não consigo assimilar, é pesado demais, só peço que façamos dos nossos espaços, hoje, um lugar de homenagens e carinho por ela. Poderia ser qualquer uma de nós, qualquer um de nós. Que sua partida seja em paz, que ela encontre alento do outro lado”, comentou outro.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lapsos de memória de Biden viram memes e viralizam na internet

Presidente dos EUA chamou sua vice Kamala Harris de Donald Trump e confundiu os...

Quem é Gabriela Sousa, esposa de Nego Di presa em operação do MP

Gabriela Sousa e Nego Di foram alvo de uma operação do Ministério Público do...

Cidade de São Paulo recebe mais doses da vacina contra dengue

A cidade de São Paulo recebeu uma nova remessa de vacinas contra a dengue,...

Mais para você