InícioEntretenimentoCelebridadeVerstappen vence GP da Holanda na chuva e iguala recorde de Vettel

Verstappen vence GP da Holanda na chuva e iguala recorde de Vettel

Nove vezes. Este é o número de triunfos consecutivos de Max Verstappen na atual temporada da Fórmula 1. Neste domingo (27/8), o piloto da Red Bull venceu o Grande Prêmio da Holanda pela terceira vez seguida, manteve o domínio em casa e, de sobra, igualou o recorde de vitórias seguidas de Sebastian Vettel, a maior sequência da história, que durava desde 2013.

Dono da volta mais rápida, Fernando Alonso também brilhou, ficando na 2ª posição, e Pierre Gasly, que não se conteve nas celebrações, completou seu primeiro pódio na temporada, em 3º.

Interrompida diversas vezes pela chuva, a corrida no Circuito de Zandvoort teve uma paralisação de quase uma hora e retornou com Safety Car para as voltas finais. A disputa foi marcada por derrapagens e batidas, mas nenhuma grave. O bicampeão Max Verstappen continua com folga na liderança, com 11 vitórias em 13 etapas (as outras duas foram vencidas por Sérgio Perez). Esta foi a 46ª vitória da carreira do holandês. Perez cruzou a linha de chegada em terceiro, mas recebeu uma punição de cinco segundos por excesso de velocidade no pit lane.

Após largar em 12º, Pierre Gasly terminou no pódio e berrou pelo rádio “Vamos, vamos. Que corrida, que corrida!”. “Estou super feliz por todo o pessoal por conseguir esse terceiro lugar. Foi uma corrida longa, muito desafiadora, mas executada muito bem por todos”, continuou.

Confiante de que vencerá uma corrida em breve, Fernando Alonso também destacou a dificuldade sob condições molhadas. Com o novo triunfo, Verstappen chega a 339 pontos, na liderança isolada rumo a mais um título. Logan Sargeant, Charles Leclerc e Zhou Guanyu não terminaram a corrida. Já no fim, George Russell furou o pneu e cruzou a linha de chegada por último.

A chuva veio no momento da largada e alguns pilotos foram para o box antes mesmo de completar a primeira volta. Uma trapalhada da equipe da Ferrari chamou atenção na troca para pneus intermediários. A quantidade de chuva estava bastante intensa e todas as equipes pararam para a troca. O tempo estava imprevisível, com um “chove e para” constante, em pontos específicos da pista.

Assim como havia feito no Q3 do treino classificatório, Logan Sargeant perdeu o controle do carro da Williams, girou na pista e bateu no muro mais uma vez. O americano deixou o carro e ficou sentado no gramado ao lado da pista.

A chuva cessou e a briga na zona intermediária foi emocionante. Piastri foi o primeiro a iniciar uma perseguição a Charles Leclerc, missão herdada por Liam Lawson, pilotando a AlphaTauri pela primeira vez. Após sair de último, o piloto da Nova Zelândia ganhou posições, mas voltou a ir para a última colocação mais tarde. O substituto de Daniel Ricciardo terminou em 13º. Na volta 43, a corrida de Leclerc chegou ao fim. O carro teve um dano em sua base e a Ferrari chamou o monegasco para a garagem.

Na briga pelo pódio e fazendo grande corrida, Alonso teve problemas com o pneu frontal e foi para o box rapidamente consertar, conseguindo retornar à briga pelo pódio, ultrapassando Sainz. A chuva voltou muito forte e o caos se instaurou na pista. A menos de 10 voltas do fim, Perez escapou da pista, mas retornou.

Bottas também saiu da pista, logo antes de Guanyu Zhou bater forte nas barreiras. Pela grande quantidade de chuvas, a bandeira vermelha foi aplicada e se iniciou a dúvida se haveria relargada.

Foram quase 50 minutos de paralisação e os pilotos retornaram à pista com Safety Car para a relargada, que confirmou a ordem de chegada, com direito a uma briga entre Sainz Hamilton e Norris pela quinta posição. Com baixa visibilidade, Russell teve uma colisão com Norris e terminou com pneu furado, abandonando a corrida.

No próximo fim de semana a Fórmula 1 já estará de volta para o GP da Itália, que poderá ter Verstappen cravando a maior sequência de vitórias da história da Fórmula 1 em Monza.

Confira o resultado do GP da Holanda:

1º. Max Verstappen (HOL/Red Bull), em 2h24min04s411

2º. Fernando Alonso (ESP/Aston Martin), a 3s744

3º. Pierre Gasly (FRA/Alpine), a 7s058

4º. Sergio Pérez (MEX/Red Bull), a 10s068

5º. Carlos Sainz (ESP/Ferrari), a 12s541

6º. Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 13s209

7º. Lando Norris (ING/McLaren), a 13s232

8º. Alexander Albon (TAI/Williams), a 13s232

9º. Oscar Piastri (AUS/McLaren), a 16s580

10º. Esteban Ocon (FRA/Alpine), a 18s346

11º. Lance Stroll (CAN/Aston Martin), a 20s087

12º. Nico Hulkenberg (ALE/Haas), a 20s840

13º. Liam Lawson (NZL/Alpha Tauri), a 26s147

14º. Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 26s410

15º. Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo), a 27s388

16º. Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri), a 29s893

17º. George Russell (ING/Mercedes), a 55s754

Não terminaram a corrida – Logan Sargeant (EUA/Williams), Charles Leclerc (MON/Ferrari) e Zhou Guanyu (CHN/Alfa Romeo).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Fórum E-Commerce Brasil traz melhores práticas para alavancar vendas

A facilidade de comprar pela internet tem impactado no comportamento dos consumidores. Em 2023,...

O Instagram como máquina de dinheiro: Neymar lucra milhões com publicidades na plataforma

  Lançado em 2010, o Instagram rapidamente se transformou em uma das redes sociais mais...

Mais democratas dizem estar preocupados com candidatura de Biden

Segundo o “Washington Post”, líderes do Congresso teriam conversado com o presidente dos EUA...

“Abin paralela”: depoimento de Ramagem na PF dura quase 7 horas

O depoimento do deputado Alexandre Ramagem (PL-RJ) na Polícia Federal, (PF) no Rio de...

Mais para você